«

»

Resultados do 11º Concurso Microcontos de Humor de Piracicaba 2021

logo_11_microcontos_2021

A Prefeitura do Município de Piracicaba, por meio da Semac (Secretaria Municipal da Ação Cultural), CEDHU Piracicaba (Centro Nacional de Humor Gráfico) e Biblioteca Pública Municipal “Ricardo Ferraz de Arruda Pinto”, anuncia os vencedores do 11º Concurso Microcontos de Humor de Piracicaba 2021:

1º lugar: O desfileEva Roseli Damada Abile | Barra Bonita/SP

2º lugar: O fim da inocênciaLally Monteiro Reis | São Gonçalo/RJ

3º lugar: Pôquer – Renata Cruz Freire | Rio de Janeiro/RJ

Os trabalhos ganhadores receberão premiação de R$ 800,00 (1º lugar), R$ 500,00 (2º lugar) e R$ 300,00 (3º lugar). Além dos três primeiros lugares, foram selecionados 97 microcontos. As obras serão reunidas na antologia do concurso, que estará disponível para download gratuito em breve, no site da Biblioteca.

A Comissão Julgadora desta edição, responsável pela escolha das obras, foi composta por Alexandre Basso (graduado e pós-graduado em letras), Carla Ceres (escritora, poetisa, premiada em concursos literários nacionais e internacionais), Carmelina Toledo Piza (escritora, contadora de histórias, graduada em letras e mestre em educação), Rosangela Pereira (graduada em artes, atriz, escritora de peças teatrais) e Willian Hussar (cartunista, representante do Salão de Humor).

A décima primeira edição do Microcontos de Humor de Piracicaba recebeu 419 inscrições. Foram representados 25 estados brasileiros, incluindo o Distrito Federal. Do exterior, vieram textos da Alemanha, Estados Unidos, Itália, Japão e Portugal. Os piracicabanos e piracicabanas registraram recorde de participação, com o envio de 68 microcontos. O Concurso integra as programações do 48º Salão Internacional de Humor de Piracicaba 2021.

A Comissão Organizadora parabeniza os vencedores e selecionados, e agradece por todas as inscrições enviadas. Nossa gratidão aos amigos e amigas, parceiros e parceiras de sites, blogs e redes sociais que nos ajudaram a divulgar esta décima primeira edição do Microcontos em todo Brasil e também no exterior.

Comissão Organizadora

Microcontos vencedores

1º lugar: O desfileEva Roseli Damada Abile | Barra Bonita/SP

Pedro levou o filho para assistir ao desfile militar.

Olha, pai, o tanque está queimando óleo, como o carro 69 do vô! Acho que o motor está fudido.

FUN – DIN – DO. Fodidos estamos nós.

2º lugar: O fim da inocênciaLally Monteiro Reis | São Gonçalo/RJ

Com preguiça de cozinhar, Lia abriu o congelador e fitou um pote de sorvete. Pela primeira vez na vida, ela torceu para que nele houvesse feijão.

A vida adulta a transformara num monstro.

3º lugar: Pôquer – Renata Cruz Freire | Rio de Janeiro/RJ

À mesa, o jacaré, a anta, a girafa, a tartaruga e o cachorro que só perdia. Tenso, gritou: “eu sou o mais inteligente e só perco”. Ao que a coruja respondeu: “simples. Quando recebes boas cartas, abanas o rabo”.

Selecionados

Endo-missGisela Lopes Peçanha | Niterói/RJ

RachadinhaViviane Ferreira Santiago | Ferraz de Vasconcelos/SP

Aula presencialMarina Barrichello Marone | São Paulo/SP

O irmãoElias Antunes | Taguatinga/DF

O sommelier de vacinasDenis André de Oliveira | Tatuí/SP

Num futuro próximo…Emanoel Quartiero | Florianópolis/SC

Quem te viu, quem te vêMarcos Nunes Loiola | Botuporã/BA

GPS líquidoRomualdo de Andrade Filho | Óbidos/PA

A namorada zenCarlos Eugenio Vilarinho Fortes | Palmeira das Missões/RS

No infernoAna Mello | Porto Alegre/RS

Sem palavrasMárcio Fernando Silveira | São Paulo/SP

Lúcida Prima LuísaNicoly Valaska dos Santos | São Paulo/SP

TerrorLuiza Santos Morais Cantanhede | Rio de Janeiro/RJ

Qual é a sua graça? Fabiana Ballete de Cara Araujo | São Paulo/SP

WhatsOpsFlavia Bastione Vieira de Souza | Valparaíso/SP

VizinhosJúnior Fraga | Goiânia/GO

Telefone sem fioRodrigo Castellani | Piracicaba/SP

Calculadora de famíliaFernando de Azevedo Alves Brito | Vitória da Conquista/BA

Que sorteValéria Paz de Almeida | São Paulo/SP

CuradoDanilo Zanin | Curitiba/PR

Nova doençaReneu do Amaral Berni | Goiânia/GO

O sentido da vidaNelson Barbosa Filho | Sorocaba/SP

Pela culatraGeraldo Trombin | Americana/SP

GênesisÍtalo Leite Saraiva Saldanha | Fortaleza/CE

GuriTatiane de Oliveira Gonçalves | Salvador/BA

CoquetelRicardo Lahud | Guarujá/SP

UnanimidadeAnderson Jesuino Corrêa | Piracicaba/SP

EquívocoDanilo dos Santos Disessa | Bauru/SP

Léo, o convoluto, na D.R. enoveladaLuís Henrique Sacchi | Piracicaba/SP

Love storySonia Regina Nabarrete | São Bernardo do Campo/SP

VírusMarcos Antonio Campos | Natal/RN

Erro na colaSérgio Schechter | Rio de Janeiro/RJ

O poeta do PlanaltoPhillipe Sakai | Curitiba/PR

Papo de alcoólatraLucas Speranza | Lages/SC

Um amor pra lá de quentePatricia de Campos Occhiucci | Mogi Guaçu/SP

Homicídio duplamente qualificadoSílvio Eduardo Paro | Santa Fé do Sul/SP

Na escolaSilvio Valentin Liorbano | Osasco/SP

Resistência ideológicaMassilon Ferreira da Silva | Poço Redondo/SE

Flerte de míopeElaine Ribeiro Taveira | Belo Horizonte/MG

Contos da criptoFernando Jesus Nogueira Catossi | Jundiaí/SP

Vê uma completaLucas Oliveira Campos Verzola | São Paulo/SP

Conflito capilarGabriel de Souza Alencar | Boa Vista/RR

PoliticusIlton Aparecido de Paiva | Fortaleza/CE

O empregoJoão Libero Rosa Marques | Peruíbe/SP

Game overPriscila Cristina Modanesi | Jundiaí/SP

O devedorMarinaldo Alves de Lima | Recife/PE

Divórcio por divergência de diagnósticosLuiz Eduardo de Carvalho | São Paulo/SP

SuplícioMailson Furtado Viana | Varjota/CE

Família incongruenteRubens de Aguiar Rodrigues | Fortaleza/CE

OnomatopeiaSergio Schargel Maia de Menezes | Rio de Janeiro/RJ

O que vale é a féCarlos Nathan Sousa Soares | São Gonçalo do Piauí/PI

Trauma gráficoArth Silva | Ituiutaba/MG

A inteireza do serTaís Assunção Curi Pereira | Santos/SP

EgomailAndre Felipe Nunes Klojda | Rio de Janeiro/RJ

Premiado com uma odisseia no EspaçoHenrique Ranieri Cristovão | São Paulo/SP

BueiroLeandro Coelho Justino | Curitiba/PR

QuaseCarlos Alves | São Vicente/SP

Amor de mãe no Morro do CantagaloMaria Helena Nogueira de Almeida | São Paulo/SP

Das enfermeirasRodrigo Cañete Madeira | Curitiba/PR

Homem nuGuilherme Hernandez Filho | Santos/SP

CaridadeCícero Bôscoly Mangueira de Morais | Fortaleza/CE

Duplo sentidoVinicius Silva Contessa | Porto Alegre/RS

SuspenseRosane Nicolau | Rio de Janeiro/RJ

Tóquio 2020 na RússiaJuliana Nascimento Berlim Amorim | Rio de Janeiro/RJ

Ébrio hábitoMateus da Silva Matias Antunes | Ribeirão Preto/SP

A maçãThiago Oliveira de Carvalho | Rio de Janeiro/RJ

Recém-nascidoLúcio Junior Rodrigues | Tatuí/SP

HistóriasKelly Hatanaka | São Paulo/SP

MaridãoDenivaldo Piaia | Campinas/SP

Ah, a onomatopeia!Marina Soave Piva | Piracicaba/SP

Futuro motivacional brasileiroJoão Pedro Roveri | Jundiaí/SP

A médicaTércia Montenegro | Fortaleza/CE

AtaGiselle Fiorini Bohn | Langensendelbach/Alemanha

O blefeSamuel Antunes dos Santos | Curitiba/PR

PaternidadeVictor Alves Pereira | Pompeia/SP

VitóriaDavid Ehrlich | Curitiba/PR

Quem disse que não?Ariovaldo Saipp | Rio Claro/SP

Na alegria e na tristezaEdweine Loureiro da Silva | Saitama/Japão

Fernando Pessoa no século XXIMaria Eduarda Dalla Villa Augusti | Piracicaba/SP

As comprasMayra Luiza Corrêa | Rio de Janeiro/RJ

DelíriosRebeca Cerqueira dos Santos | Salvador/BA

JogoNelson Izecson | Rio de Janeiro/RJ

ProfeciaFábio Dobashi Furuzato | Campo Grande/MS

Treino de domingoMaria Eduarda Lembi Flórida | Piracicaba/SP

AmorLidia Izecson | São Paulo/SP

Terror na escola Antonio Carlos Soares | São Paulo/SP

No hospício Felipe de Lima Claudino | Piracicaba/SP

Déjà-vu!Irene Curcell | São Paulo/SP

Falando o óbvioLeonardo Teixeira da Costa | São Paulo/SP

ModernidadeIsabel Cossalter | São Paulo/SP

Em família!Luciana Perroud | São Paulo/SP

PrioridadesAna Carolina Bolzani Mozetic | Florianópolis/SC

Memórias Póstumas de um Rei sem projetos, pouco amigo das artes e dos livrosAlexandre Mauro Bragion | Piracicaba/SP

Caso de vida ou morteAriel Bolzani Franco de Sá | Chapecó/SC

Farmácia na pandemiaJúlia Gimenes da Silva | Piracicaba/SP

Feitos um para o outroFernando M. Vasques | São Paulo/SP

Best seller Joaquim Antonio da Silva | São Paulo/SP

12 comentários

Nenhuma menção ainda

  1. Marcos disse:

    Quando a coletânea estará disponível para leitura/download?

    Grato!

  2. Elaine disse:

    Quando sairá a antologia pra download?

    1. Elcio disse:

      Bom dia, Elaine. Agradecemos o contato. A antologia já pode ser baixada no link http://biblioteca.piracicaba.sp.gov.br/site/download-antologia-11o-concurso-microcontos-de-humor-2021/

      Att,

  3. Joaquim Antonio disse:

    Feliz por ter sido selecionado! E viva a literatura!

  4. Lally Reis disse:

    Que honra ter sido contemplada com o 2° lugar! Agradeço a todos os profissionais envolvidos na realização do 11º Concurso Microcontos de Humor de Piracicaba 2021! Dos Idealizadores até às Comissões Organizadora e Julgadora!

    Parabéns às premiadas e aos demais selecionados! É maravilhoso estar entre tantos escritores talentosos! Mal posso esperar para ler a antologia!

    Em uma época repleta de notícias desagradáveis, o humor continua sendo um grande aliado para repensarmos nossa realidade, respirarmos com mais leveza e reforçarmos a nossa fé em um mundo diferente.

    Viva a Cultura! Viva a Arte! Viva a Literatura!

    Obs.: talvez eu invista meu prêmio em potes de sorvete.

  5. Claudio Costa disse:

    Meu deus do céu, quem julga os textos? É impossível que TODOS os outros participantes sejam menos engraçados que isso aí.

  6. Lidia disse:

    Gostei mto de ter participado.
    Parabéns a vcs.
    Abraço
    Lidia Izecson

  7. Gedeane disse:

    Quais seriam o critério mesmo? Humor explícito? De qualquer forma, é bom que se tenha concursos.

  8. Ariovaldo Saipp disse:

    Gostei muito de ter participado.Ano que vem tem mais

  9. ILSON JOAQUIM DA SILVA disse:

    Ao ler os três contos vencedores, principalmente o primeiro, tive certeza que fiz bem em não concorrer.
    ilsonjoaquim1@gmail.com

  10. Carlos Castelo disse:

    Quando sairá o download da antologia?

  11. Luisa Silveira disse:

    Olá!

    Acredito que todo o incentivo a literatura é válido e digno de nota, mas se me permitem a crítica construtiva, acho que este Concurso de Microcontos de Humor está precisando definir critérios mais explícitos no edital.

    Digo, quem deveria vencer: O que é mais engraçado? O que faz referência literária? O que brinca com a atualidade? O que é mais criativo? Há atribuição de nota e peso para cada critério? Se sim, quanto? e etc.

    Compreendo que a mudança no júri deste concurso é anual e isso ajuda a garantir a idoneidade do processo, mas para os que participam e costumam ler as antologias, o critério tem parecido um pouco subjetivo.

    No mais, parabéns pela organização do concurso!

Deixe uma resposta para Carlos Castelo Cancelar resposta

Seu e-mail não será publicado.

Você pode usar estas tags e atributos HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>